Mostrando postagens com marcador vitória. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vitória. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Rumo a MEIO MILHÃO de visitas!!!!

É com orgulho que venho comunicar que estamos indo rumo ao MEIO MILHÃO DE VISITAS aqui no M.E.D.T



E vc que sempre esteve presente o meu MUITO OBRIGADA!!!!!

Se não fossem os leitores deste blog, este sonho de escrever e alguém ler (oi?) não teria se tornado realidade.


Valeuzão a todos : D

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Quero andar de carro velho....

Velho o garay, quero o novo!!



Estávamos a muito tempo em busca de um novo carro. Aliás, quem estava era o marido, e eu ia de enxerida atrás pra dar palpite, etc...claro levando junto as crias que tocavam o terror dentro das concessionárias.
A cada vez que a gente voltava pra casa e o marido não comprava o "carro que eu queria", eu jurava nunca mais voltar na loja junto com ele, e ele por sua vez chorava. Tá é mentira, ele gritava: Aleluia!!! Que maravilha.

Mas como sou pessoa de pouca palavra, era só ele dizer que ia na concessionária que eu já me jogada dentro do carro. Eu e as crias, course.

Daí, no dia que o cara resolveu abrir as pernas e comprar o carro zero, tinindo e brilhando, a mulher me diz: Não tem, acabou. Minterna.

Isso pq era uma promoção da Honda do novo City que era modelo 09/10 , só tinha sobrado carro branco. Tenho cara de taxista?

Naquele dia voltamos pra casa, e eu queria tanto trucidar todos os compradores de Honda modelo 09/10, e tb claro, meu marido que em vez de ter ido ver logo no início foi depois que não tinha mais.
Rodamos diversas lojas e não encontramos mais bulhufas deste carro, e os modelos 2010 eram 10 mil mais caros.

Essa postagem aqui (clique), em que se ensina como extorquir o marido, estávamos justamente em um feirão de automóveis. Mas pra fim de papo, neste feriadão de SP encontramos nosso tão sonhado carro, e ele será entregue essa semana. Brigado Jesus.

Minha cara de felicidade seria maior, somente se eu estivesse:

1-Tomando meus remédios de doida diariamente

(mas não estou, pois a %$#*&amp da médica só tinha consulta pro dia 08, ah mimata!!

2-Eu já soubesse certamente pra onde vou viajar nessas férias

(estamos praticamente encaminhados, mas eu tô ficando louca de estressada com isso)

Então, deu pra perceber que eu tô mordendo por qualquer coisa?

Se vc pensava que minha vida era um mar de rosas brancas, e vermelhas (oi? as rosas não eram rosas?), se enganou, eu tb fico louca, e esses ultimos tempos tem sido diariamente. Será que essa revolta é pq moá continuará a andar no carro véio de sempre?

Ato que tim!! (by Alezinho, meu fio)

SAP - Acho que sim.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Vc sabe com quem mexeu?


Logo que mudamos pro prédio onde moramos, havia um vizinho que deixava sempre seu carro (grande) em cima da faixa, e o nosso tinha que ficar prensado no meio de 2 carros (grandes).
As vezes qdo eu chegava mais cedo que o vizinho, deixava o carro mais jogado pro lado dele, quem sabe ele não se tocava que estava atrapalhando.

Um belo dia apareceu um risco master no nosso carro. Até aí tudo bem. Poderia ter sido na rua ou em qualquer lugar. No outro dia mais um risco master.(daqueles que as pessoas fazem de ruindade mesmo). Começamos a ficar de olho, paramos vendo que não havia nada, e qdo eram umas 20 e pouco daquela noite Alê desceu pra dar uma olhada no carro. Mas um risco dessa vez MASTER BLESTER (hein?)

Daí que o carro do vizinho havia sido estacionado, e estava quente, havia acabado de chegar. Matamos na mosca.
Seria bem fácil bater na casa do vizinho, socar, chutar, gritar se espernear....porém não fizemos nada disso, além de não termos provas.

Conversamos com o síndico, e falei tb com minha mana que nos vendeu o apto. e sabia quem eram todos os moradores de lá, falei o nº do apto do cara e ela investigou:

-Uai , mas aqui consta que as chaves não foram entregues ainda (???)

Sinal de quê?

O cara invadiu o apto!! Pegou as chaves na portaria (não me pergunte como) e sem terminar de pagar caiu pra dentro.

E os riscos continuavam a aparecer, um dia o carro havia ido pro conserto (devido a 3 batidas que tomamos, sendo que uma delas parei no hospital), e Alê mandou arrumar todos os riscos.
Passou uma semana e o cara riscou de novo.
Neste dia encarnei o tio do "Um dia de fúria" e queria riscar todo o carro do vizinho, mas não fiz isso pois não se deve pagar na mesma moeda.

Alê tb queria matar, xingar, dizer que o cara era mau caráter, ladrão, que ia tacar ácido no carro dele, mas claro tb não fez nada disso.

Esperamos.

Nisso minha mana já havia entrado na justiça para ter de volta o apto., foi um processo que demorou meses, mas o que aconteceu?

Ele perdeu!! Saiu. Pagou o preço, e nós não precisamos fazer absolutamente NADA. Apenas esperar e ver que a justiça havia sido feita.
Depois disso nunca mais riscaram nosso carro.

Agora eu pergunto:

Se ele não tivesse tomado essa atitude poderia estar morando até agora lá na boa, usufruindo de algo que não pagou, de algo que não era dele?
Mas infelizmente ele foi mexer com a pessoa errada e a casa caiu.
Perdeu praibôi!! (mistura de boy com boi)


Então fica uma lição.

Não mexa com quem vc não conheçe, e nem com quem conheçe, vc pode se dar béd, véri béd.



e pra quem acertou sobre o post anterior: Bob esponja calça quadrada, Alezinho Ben10 está mandando um beijo bem melequento na ponta do nariz.

domingo, 16 de agosto de 2009

Hoje eu desci as águas (foto)

Vcs tem acompanhado minha vida, e hoje quero contar pra vcs que essa semana eu
vinha tomando uma decisão na minha vida que era a de me batizar. Quem me acompanha desde o início sabe que sou como queiram dizer "crente", evangélica. Essa semana orei muito inclusive essa noite, qdo eu não queria levantar pra orar por preguiça, Deus me chamava toda hora, e então eu levantei e orei e tomei a minha decisão. Me batizei.

Acordei as 7 horas, peguei as crianças e fui pra igreja.
As 9 e pouco eu estava nascendo de novo, descendo as águas.

O que posso dizer?

Foi maravilhoso!!
Chorei, chorei, chorei
Senti muito mais a presença de Deus na minha vida, e agora tenho um compromisso muito maior com Ele.

Pensei se deveria fazer este post, afinal o que as pessoas podem achar de mim?
E então na mesma hora me arrependi, pois o que os outros pensam ou não pouco importa, o que importa é que sou de Jesus, e isso ninguém vai me tirar jamais.

As fotos:


Nao dá pra explicar a sensação e emoção
Minha mãe sempre comigo
Voltando pra casa
bjsabençoados

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Pós casamento


Depois do casamento, lua de mel em Parisbatuba, voltamos e onde o marido
me deixou?

Na casa di mamã!!

Verdade. Verdadeira.
Não tinha casa, não tinha teto, não tinha nada.
Claro, a gente casou apressado mas....mas tb não precisava ficar tanto tempo
pra alugar uma casa. Pois ficamos. Ele lá e eu cá.

Foram muitas brigas, muita separação: Então não sou mais casada com vc, me esquece.
Muitas voltas (separados por 1hora), mooito amor.

Todo fds eu ia dormir na casa dele, ou ele vinha dormir na minha casa.
Ele tinha um quarto só dele na casa da mãe, então na maioria das vezes íamos pra lá.
No começo da semana era uma agonia, ter que ir trabalhar buchuda, e não ver meu marido a semana toda. E qdo ele me deixava no trabalho que a gente tinha brigado. Menina eu corria bater a porta do carro, subir uma rua gigantesca, com a barriga maior ainda e pegar um buzão pra voltar pra casa, não, não ia trabalhar, dava canoairresponsável.

E foi assim, durante 9 longos meses!!

Na verdade menos de 9, pois Teté nasceu de 36 semanas, logo contarei.

Mas o homem nada de ir arrumar um canto pra gente morar, até que minha filha nasceu, e ele ficou na casa da minha mãe durante 1 mês, sim caros amigos 1 mês. Eu já ficando apavorada, que Deus me livre morarcomamãesograoucialimitada, disse:

-Ah é, então vou procurar um apto pra gente alugar.(eu não ele, pq o que eu ganhava na época não dava pra comprar um talher, hj já dá pra comprar pelo menos chocolate nas americanas, mientupo)


E fui-me eu com pontos de cesária, toda torta, até uma imobiliária perto de casa, achei um apto fofo, perto da casa di mamã. (tudo que eu queria). Alugamos, mudamos, e estamos sendo felizes para sempre. (e já no 3º apto. depois de 8 anos. mas eu quero morar em VGP, conhece?)


No dia da mudança a vaca se jogou na frente do caminhão que trazia os pertences do lord, chorou, berrou, gritou, chutou portão, rolou rua abaixo....
Uma vez vaca, sempre vaca, eu mereço.
Perdeu pra prebéia mano!!

sexta-feira, 5 de junho de 2009

O Casamento



Dia 03/03/2001 iniciava-se uma nova história, e a partir de então ela virou:

Sra. Adriana Gil Viaro.

Como ela estava grávida, o casamento foi algo apressado, rápido, foguete, sem mais belenguedéns, pois ela deveria entrar no convênio do futuro marido, já que completaria
a maioridade (21) e cairia fora do convênio de papai.

Pensativa:
O futuro marido, não tinha coragem de contar pra sua família (oi, ele tinha 27 anos) sobre a gravidez e ficou enrolando, até que dona Norminha (vulgo mamã) ligou pra dona Carol (vulgo sogrinha) e contou tudo, sim coitado do rapaz. Provavelmente o mesmo deveria estar ouvindo de migué a conversa naquela mesma noite, pois na manhã seguinte qdo descia pra tomar seu desjejum (como eu falo bonito), decidiu contar tudo qdo seus famliares, cunha, cunho, mãe e pai, o surpreenderam com um grande "Parabéns papai". O rapaz estava determinado (onde?)
Despensativa

Então foram pro cartório, marcaram a data, esperaram 1 mês, e na data acima se casaram.
No dia do casamento, que era muito cedo da manhã (esqueci o horário, oi?), ela levantou, teve seus enjoos matinais de mulher prenha, esperou sua super cabeleireira da esquina chegar pra fazer seus cabelos. Primeiro ela queria uma coisa bem menina de formatura nos cabelos, mas depois preferiu ser mais mulher e faz um coque, foi maquiada, ligou pro noivo antes (pra ver se ele não tinha fugido), e seguiu com seus familiares para o cartório.
Na hora do casamento, choradeira total, ela não queria sorrir em nenhuma foto (pois usava aparelho nusdente), a amiga segurante de vela, estava lá, se escabelou de chorar por ter participado de tudo (e por perder a amiga baladeira de todas as horas).

Depois de casados, numa cermônia com direito a música de entrada, saída, juiz engraçadinho e tals, foram pra casa da noiva, onde aconteceria um churrasco com lazanha na laje. (mentira era na garagem)
A festa foi linda, a casa ficou cheia de pessoas queridas, ganharam mooitos trocados o noivo passou a gravata, muitos presentes tb.

No fim da festa a noiva prenha podicansada, se trocou, o noivo tb, e foram-se pra sua lua de mel em Paris. (mentira, foram pra Ubatuba)
Chegando lá deitaram e tiveram a noite de núpcias mais leanda deste mundo (mentira, chegaram tarde, deitaram e dormiram como 2 bebês, quem tem coragem de dizer que dormiu na noite de nupcias?Oi, só eu?) Euseiquevctbdormiunãominta.

E então, viveram felizes para sempre, até a volta da viagem pois não tinham casa pra morar, oi?

Continua.....um dia....




Essa noiva queria muito ter casado de noiva e com entrada triunfal na igreja, porém prenha que só não teve tempo de arrumar uma festa dessa forma, hj marido pensa e diz pra esposa: como a gente era bobo e pobre né, devíamos ter feito uma festança. E ela responde: Nunca é tarde meu bem, nunca é tarde, 10 anos de casado que me aguarde, oi? Vcs tão tudoconvidado!

terça-feira, 2 de junho de 2009

2 anos de Liberdade!!


Este dia marca o dia de uma grande vitória na minha vida, e quero compartilhar com vcs que tem me acompanhado diariamente.

Hoje são dois anos com mais fôlego, mais cheirosa, sentindo mais sabor na vida e o melhor: LIVRE!!

Sim, eu fui fumante, maria fumaça, chaminé....tudo que vc imaginar
Eu estava fumando quase 2 maços por dia!!
Já fazia longo tempo que não suportava mais fumar, todo dia o dia todo.

Alê nunca fumou, e sempre me incentivou a parar, mas era difícil pra mim.
Comecei com 13 anos de bobeira, e vou contar um dia essa história.

Então eu fumei até os meus 27 anos, e tentei diversas vezes sem sucesso. Toda vez eu entrava em depressão profunda, chorava o dia todo, a noite toda (marido, filha e amigas do trabalho que o digam). Até que resolvi procurar um médico, tomar um remédio pra ajudar, e lí:
O Método Fácil de Parar de Fumar.
Este livro foi o grande marco pra que eu parasse de fumar sem sofrer, sem engordar e sem passar vontade. (meu pai não é o escritor do livro, pq isso tá parecendo aquelas propaganda de Niquitin, oi?)

Eu recomendo, e se alguém for fumante me fala que eu digo o nome do remédio pra que vcs possam procurar um médico e ver se podem tomar (mesmo pq ele só é vendido com a receita que fica lá na farmácia), o livro é ótimo e por tê-lo lido obtive sucesso, e tenho certeza que cigarro é pra nunca mais na minha vida. Eu indiquei este livro pro meu terapeuta*** (oi? eu faço terapia 1 vez por semana, um dia conto), ele leu e achou um livro ótimo, e totalmente diferente do que a gente achava o que era parar de fumar.

O melhor de tudo é que sou ex-fumante mas não sou chata, pode fumar do meu lado que não ligo, e não fico falando pros outros parar de fumar, acho que a atitude e vontade de parar tem que vir do fumante, senão não adianta nada.

Mas posso dizer que sou muito feliz por ter parado, e por ser livre. Pq depois que a gente pára se dá conta de como era refém do pito.


2 pontos fortes do livro:

*não se engane tentando diminuir a qtdade de cigarros por dia, vc só sofrerá abstinência por antecedência e fará o cigarro se tornar algo precioso.
*não se deixa o vício de uma droga usando da mesma droga.



Ponto forte do texto com 3 asterisco***

***não deixe de me ler que eu não sou louca, eu não sou louca!!

Related Posts with Thumbnails

Blog Dri Viaro - Família, viagens, gastronomia e cotidiano © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO