terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Cirurgia de fimose - Fazer ou não?



Muitas mães ainda tem um certo tabu pra falar sobre cirurgia de fimose. Acho que a palavra nem seria "tabu", mas algo que muitas acham desnecessário de se fazer  até que um dia chega a hora e você não tem mais opção de pensar: mando ou não meu filho para operar a fimose?

Desde que meu filho nasceu, fizemos massagens para abrir aquela pele que fica grudada no pênis. Conseguimos abrir, e toda a cabeça do pênis saia pata fora, era só puxar. Algumas vezes essa pele grudou e o levamos ao pediatra que sempre receitou um corticoide pra passar, e da noite para o dia, a pele já desgruda a novamente. Por isso nunca pensei em mandar meu filho para a cirurgia da fimose.

Porém ele cresceu, e tem 8 anos agora, e não tinha muito costume de abrir o pênis para fazer xixi, só abria mesmo na hora de tomar banho e mesmo assim, eu tinha que pegar no pé dele a toda hora.

Então alguns dias atrás, ele veio me mostrar o pipi e estava todo vermelho na ponta. Mandei ele direto por banho e disse pra ele abrir e lavar bem, e que toda vez que fosse fazer xixi era pra abrir também. Porém a pele estava bem grudada, o que causou dor, tadinho!! Mas de qualquer forma, mandei ele continuar puxando, e marquei um pediatra cirurgião pra ele.

Na hora que ele viu a situação disse que teríamos que operar mesmo! Perguntei então como era a anestesia para operar a fimose, e quando ele me disse que era geral minha cabeça deu duas piruetas e não voltou pro lugar.rs

Ele nos explicou que, ele tinha uma sobra de pele, e que  a cirurgia da fimose deveria ter sido feita quando ele ainda era bebê. Que não era mais pra eu mandar ele abrir o pênis pois com isso poderia acontecer algo muito perigoso que se não me engano chama-se parafimose. Onde a pele vai pra trás e não volta mais, então não bombeia sangue na cabeça do pênis e então teríamos que correr pro hospital para uma cirurgia de imediato. Ele também explicou que se não fizesse a cirurgia ele poderia sentir muitas dores quando tivesse ereção e relação sexual.

Saí de lá com a data da cirurgia marcada, aconteceu dia 20/01/14 , mas ainda na incerteza se era isso que eu faria ou não. Eu e Ale conversamos muito e chegamos a conclusão de que era melhor pra ele. Mas olha, coração de mãe dói demais! Passei noite em claro, mas orei e entreguei a vida do meu filho nas mãos de Deus. 

Antes da cirurgia conversei muito com Alezinho, expliquei que ele teria que ficar em jejum, o que iria acontecer, que eu estaria na sala com ele, que não sentiria dor, etc.
Essa parte de explicar pra criança é uma das mais importantes, para que eles possam confiar que falamos a verdade para eles. Não adianta achar que pode mentir, isso é muito pior e a criança pode ficar depois muito magoada com os pais por não terem lhe falado a verdade.

No dia ele ficou bem bravo por não poder comer nada rs, a cirurgia era as 14h então a ultima refeição dele poderia ser 8h antes. Acordei o menino as cinco e meia e dei  lanche, pq conheço minha criaturinha.rss

Ao meio dia fomos pro hospital infantil Sabará (aliás, um hospital nota mil em tudo), fizemos a internação e aguardamos até o horário. No fim houve atraso e ele foi para a cirurgia somente as 16h. Mas o hospital Sabará tem tanto entretenimento para as crianças que ele nem lembrou que estava com fome. UFA!!

Recreação do Hospital Sabará

Então entrei com ele na sala cirúrgica e eles deram a anestesia. (Antes já havia conversado com a anestesista sobre tudo), primeiro um pouco de cheirinho, onde ele ficou meio bobinho e já dormiu na hora. Nessa hora meu coração adormeceu de medo, e me pediram pra sair que iam dar o restante da anestesia por via intravenosa e começar o processo. Voltei pra sala de espera e encontrei meu marido, e nós dois ficamos ali, esperando e amedrontados.
Quarenta minutos depois o médico me chamou e a cirurgia havia sido um sucesso, pra honra e glória de Deus!!!  Então voltei agora para a sala de recuperação e o levaram para lá, poia eu tinha que estar do lado dele quando acordasse.

E uns 15min depois ele acordou, meio bobinho ainda rs e então estava estranhando o lugar, mas depois lembrou o que foi ali fazer. Então me perguntou quando iam fazer a cirurgia e eu disse que já havia feito, e ele foi correndo olhar o pinto hahaha

Então ele teve que tomar água e fomos levados para o quarto, onde mais tarde teríamos alta.
Geralmente na cirurgia da fimose é colocado um anel no pênis, que cai depois de 10 dias. No caso do  meu filho não foi possível usar o anel, então foram feitos pontinhos mesmo. 

No próximo post falo sobre a recuperação da cirurgia da fimose, pq esse posta já ficou loooonnngo demais né?!


7 Comentários:

Anônimo disse...

Que absurdo essa ditadura de mutilação do penis! Pq não mutilam também as meninas com excesso nos grandes labios! Algumas mulheres tem obsessão por penis com a cabeça do penis exposta o tempo inteiro

Anônimo disse...

todo homem adulto e sexualmente ativo deveria fazer a postectomia por razoes de higiene e proteção.

Anônimo disse...

Meu filho tem 11 anos e a cabeça ainda nao saiu.

Anônimo disse...

Eu tenho 11 anos e o meu tbm nao saiu a cabeça

Anônimo disse...

Fui circuncidado poucos meses antes de me casar. Não me arrependo nem um pouco. Alias, recomendo muito a todos os homens.

Anônimo disse...

Oi gente meu nome é Felipe Verde tenho 18 anos e a minha ccabeça inda não saiu

Anônimo disse...

Tenho 13 anos e ñ saiu a minha cabeça ainda

Related Posts with Thumbnails

Blog Dri Viaro - Família, viagens, gastronomia e cotidiano © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO