Mostrando postagens com marcador saúde.. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador saúde.. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

No desafio mamãe sarada!

Essa semana completa 1 mês que aderi ao programa Mamãe Sarada. Para quem ainda não conhece vou explicar.

O Mamãe Sarada são vídeos de treinos para mulheres que não tem tempo de ir à academia e que tiveram filhos, mas ainda não conseguiram perder aqueles quilinhos a mais. 


Essa é a Gabriela criadora do Mamãe Sarada, que entende bem como as mães precisam de um incentivo para voltar ao peso após a gravidez!


Meus filhos já estão grandinhos, mas depois que comecei a faculdade este ano, tive que abandonar a academia, pois eram muitas coisas a se fazer diariamente. Casa, filhos, marido, cozinha, faculdade, enfim, a melhor coisa que descobri foi que eu poderia fazer os exercícios do Mamãe Sarada na minha própria sala, ou em qualquer lugar que eu esteja.

Os exercícios são fáceis de fazer e o resultado é ótimo!

Em breve entrarei na segunda fase dos exercícios e venho contar para vocês de novo :D

Para conhecer mais sobre o Mamãe Sarada, acesse o site, lá tem todas as informações e valores para que você também possa iniciar as atividades, vale a pena ;)

domingo, 11 de setembro de 2016

Endometriose e infertilidade feminina



Vamos saber mais sobre a endometriose e suas causas, na entrevista abaixo?

Cólica crônica e dificuldade para engravidar são alguns dos sintomas de uma patologia que atinge de adolescentes a mulheres adultas: a endometriose. Suas causas não são muito claras e o tratamento varia em cada caso, mas somente seu nome já causa desconforto, pois a doença é considerada uma das principais razões da infertilidade feminina, atingindo de 10 a 15% das mulheres em idade fértil.

A endometriose é uma doença com uma diversidade clínica enorme, tanto que ao longo dos anos vem ganhando importância cada vez maior por interferir diretamente com a qualidade de vida de uma jovem saudável, além de ser importante causa de infertilidade. Estudos com grupos específicos de mulheres com dor pélvica ou com dificuldade para engravidar mostraram que a prevalência da endometriose beira os 40%.

Partindo do princípio que uma mulher vai ao ginecologista regularmente, sabe que tem endometriose e quer engravidar, é necessário acompanhar a evolução da doença de perto. “As avaliações clínicas e os exames complementares pertinentes são individualizados, dependendo da gravidade da doença e da dificuldade ou não para engravidar espontaneamente. Ou seja, serão adequadas caso a caso”, explica Dr. Diogo Rosa, um dos coordenadores do setor de endoscopia ginecológica do Grupo Perinatal.

Abaixo, Dr. Diogo Rosa responde a algumas perguntas sobre a relação entre endometriose e infertilidade:

1. O que é a endometriose?
 Nada mais é que uma condição na qual o endométrio, mucosa que reveste a parede interna do útero, cresce em outras regiões do corpo. E essa formação de tecido sobressalente, normalmente, aparece nos ovários, intestino, no reto, na bexiga e na membrana que reveste a pélvis, embora possa aparecer em outros órgãos. 

2. Há sintomas? Como posso saber se tenho?
- Pode se manifestar com muita dor ou se apresentar de forma silenciosa, portanto o diagnóstico é feito com base na história clínica da paciente, correlacionado ao exame físico e ginecológico. Como os sinais da doença podem passar despercebidos, mascarando a gravidade da lesão, é importante ir ao médico regularmente. O diagnóstico de certeza da endometriose só é feito através da biópsia da lesão encontrada, o qual é, geralmente, feito através de um procedimento cirúrgico. Não existe prevenção para a endometriose.

3. O que uma mulher com endometriose deve fazer se quiser engravidar?
- Por ser uma causa possível de infertilidade, a mulher sabidamente portadora de endometriose deve fazer acompanhamento com o seu ginecologista para avaliar a evolução da doença. As avaliações clínicas e os exames complementares pertinentes serão individualizados, dependendo da gravidade da doença e da dificuldade ou não para engravidar espontaneamente. Ou seja, serão adequadas caso a caso.

4. O uso desses métodos contraceptivos, como pílulas e DIU, influencia nesse processo?
- Sim. Essas substâncias podem servir como tratamento da endometriose. O controle clínico da doença é feito através do uso de terapia hormonal. Existem diversas opções para este tipo de terapia, através de pílulas a base de progesterona isolada, terapia hormonal combinada (anticoncepcionais), medicações injetáveis e em casos específicos até o DIU medicado com progesterona.

5. Quais os tipos de tratamento?
- A escolha do tipo de tratamento a ser utilizado depende de vários fatores, mas pode ser feito clinicamente, à base de hormônios, ou com intervenção cirúrgica, em casos específicos, para a retirada de focos da doença. Existem diversas opções para o controle clínico hormonal. Pode-se utilizar progesterona isoladamente ou terapia hormonal combinada, como os contraceptivos orais. Usam-se também medicações hormonais injetáveis e, em casos específicos, um dispositivo intrauterino (DIU) à base de progesterona.

6. Qual a rotina dessa mulher que deseja engravidar?
- Levando em consideração que o tratamento deve ser individualizado, a paciente que deseja engravidar deve seguir uma rotina de avaliação periódica com o ginecologista. O intuito é avaliar a evolução da doença, uma vez que a endometriose pode interferir negativamente na fertilidade, tanto pela possibilidade da doença levar a alterações na anatomia do sistema reprodutor feminino (trompas e ovários), como também pela ocorrência, em alguns casos, de alterações imunológicas causadas pelo processo inflamatório crônico, advindo da doença. Assim, a rotina de uma paciente que deseja engravidar deve estar pautada em uma boa relação médico-paciente, para que se possa fazer o melhor acompanhamento da evolução da doença, com exames periódicos pertinentes.

7. A questão da idade influencia no tratamento?
- Podemos analisar esta questão, subdividindo-a em dois aspectos: o tratamento da endometriose em uma paciente que quer engravidar e o tratamento evolutivo da endometriose fora da perspectiva de uma gestação. Na paciente jovem que quer engravidar o tratamento deve ser precoce e, em alguns casos, a conduta tende a ser mais intervencionista objetivando o sucesso da gravidez. No segundo caso, deve-se levar em conta que a endometriose é uma doença da mulher que menstrua, doença do período fértil, com influência hormonal. Sabe-se que na menopausa os sintomas tendem a atenuar-se bastante ou até mesmo a desaparecer. Deste modo, quanto mais próximo ao período da menopausa, mais conservador tende a ser o tratamento, procurando poupar ao máximo a mulher de um procedimento cirúrgico.

8. Quando deve acontecer uma intervenção cirúrgica?
- A cirurgia é uma das opções de tratamento, que não deve ser generalizado. Cada caso deve ser avaliado individualmente e a decisão sobre a melhor proposta terapêutica será tomada em conjunto, médico e paciente, após avaliarem todas as opções disponíveis. A escolha deve levar em conta o objetivo principal da paciente, que pode ser: melhora da dor, tratamento de infertilidade ou evitar progressão da doença para órgãos próximos, como intestino e vias urinárias.

A decisão sobre a melhor forma de tratamento deve ser discutida com um especialista, bem como o acompanhamento do caso, de forma a amenizar os males que a doença possa causar. Para o Dr. Diogo, o que tem de positivo nisso tudo é que houve um avanço considerável na investigação e no tratamento da endometriose. “O que proporciona bem estar às pacientes, possibilitando em inúmeros casos que as mulheres com dificuldade de engravidar possam constituir suas famílias”, comenta.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Glúten, comer ou não comer?





Eu diria que o glúten não é nenhum vilão como a sociedade está pintando nesses últimos tempos. Em primeiro lugar, comemos o gluten desde que somos crianças, e cortá-lo da vida não é necessário, a não ser que você realmente seja uma pessoa celíaca. Mas é bom saber que apenas 1 em cada 200 brasileiros não podem ingerir o glúten por serem celíacos, e os outros 199 podem sim!

Eu fico imaginando o quanto deve ser triste e revoltante as pessoas que realmente sofrem dessa doença, verem que as pessoas estão cortando o glúten de suas vidas apenas por modismo.

Semana passada estive no Senai da Barra Funda para conhecer o glúten mais de pertinho, e pude perceber o quanto esse modismo é realmente algo sem nexo! O modismo veio para emagrecer sem o glúten, mas veja bem, tirando o glúten são colocados outros ingredientes que acabam deixando o corpo muito mais inchado, e quem come o alimento sem o glúten, acaba achando que pode comer mais (pelo motivo de que não contém glúten), e acabar engordando mais e mais. Seria o mesmo que achar que os produtos lights podem ser consumidos em grande escala porque são lights, grande erro!

Vamos ver um pouquinho sobre celíacos e intolerância ao glúten.

- Intolerância ao glúten
É decorrente da má digestão do glúten, que podem ser alojadas na parede do intestino. São sintomas intestinais e que melhoram, ou mesmo desaparecem, após a retirada do glúten.

-Doença celíaca
É uma doença do intestino delgado, caracterizada pela intolerância permanente ao glúten. Doença crônica que exige a eliminação total do glúten na dieta por toda vida.


O que é o glúten?

É uma proteína que se encontra naturalmente na semente de muitos cereais como trigo, aveia, centeio, cevada, malte e triticale. Ou seja, você cortou o glúten, mas acha que pode tomar cerveja, ou fazer algum alimento utilizando farinha de aveia, ou comendo uma granola? Isso tudo contém glúten.

Para os celíacos são proibidos alimentos como: 

Aveia - farinha, flocos, granola, cereais matinais
Cevada - cerveja, whisky, achocolatados
Centeio - farinha
Trigo - farinha (macarrão, bolos, pães, biscoitos, salgadinhos, pastel), farinha de rosca, semolina, gérmen e farelo, requeijão, salsicha, carnes empanadas, patês enlatados, maionese, catchup, mostarda, condimentos, batata frita....

Percebeu a diferença entre não poder comer e cortar o glúten da vida?
Alimentos de pessoas celíacas não podem nem ser feitos no mesmo espaço, na mesma cozinha, nem os talheres podem ser os mesmos, mesmo que bem lavados. Então o glúten é um vilão apenas para essas pessoas que infelizmente carregam em sua vida essa doença.

Agora quero mostrar um pouco do que foi nossa manhã no Senai aprendendo sobre o glúten e fazendo paezinhos deliciosos :D





Foi uma experiência incrível! E pense bem antes de ir atrás dos modismos que a sociedade apresenta ;)


Para saber mais sobre o glúten, confira o site: Glúten Contém Informação

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Cuidando da saúde com abacate



Muita gente tem medo de comer abacate por pensar que ele engorda. Porém se for consumido com moderação, ou seja, um quarto da fruta por semana, ajuda até a emagrecer!

Além disso o abacate ajuda a combater o colesterol ruim, e mantém bom os níveis do colesterol bom. Evita também alergias e processos reumáticos.

O abacate é uma das maiores fontes de glutadiona. Um poderoso antioxidante que, segundo estudos, bloqueia agentes cancerígenos.

Então o abacate pode fazer muito por você e sua saúde, que tal colocá-lo na dieta hoje mesmo?


E para o abacate não escurecer, aqui vão algumas dicas:

1-Coloque um pouco de farinha de rosca na superfície.

2-Passe uma camada fina de margarina na superfície.

3-Fez um creme de abacate? Então guarde-o em uma vasilha junto com o caroço, ou uma colher de aço inoxidável dentro e guarde na geladeira. Assim ele não vai escurecer.

Usando qualquer uma dessas 3 dicas vc terá a outra metade do abacate sempre fresquinha!

quarta-feira, 29 de junho de 2016

5 motivos para beber leite durante a fase adulta



Atualmente existem uma série de questionamentos em torno da manutenção ou não do consumo de leite e derivados na dieta humana após a infância. A nutricionista Ana Paula Wolf dá 5 motivos para o ser humano continuar consumindo leite e derivados na vida adulta: 


 1-Evolução da espécie: O ser humano foi o único animal da cadeia alimentar a evoluir e desenvolver recursos para sua subsistência, como a pecuária, o vestuário e a tecnologia. Natural que seu organismo evolua para acompanhar essas mudanças. Ao desenvolver a pecuária, há quase 9 mil anos, foi capaz de introduzir novos alimentos em sua dieta e fez com que seu sistema digestivo se tornasse apto a receber processar leite e derivados. Geneticistas da Universidade de Maryland, EUA, demonstraram recentemente que o ser humano adquiriu a capacidade de digerir a lactase (enzima que digere a lactose), sendo esta uma evolução genética da espécie humana.

 2-Reconhecimento Mundial: Os Guias alimentares do Reino Unido, Brasil e Estados Unidos reforçam a necessidade do consumo de lácteos. Além das refeições principais, o guia alimentar do Brasil traz a composição dos lanches intermediários ou pequenas refeições (como citado no guia), onde os lácteos recebem destaque, principalmente o leite e o iogurte natural.

3-Alta concentração de nutrientes: Os lácteos têm relevância como uma das principais fontes de cálcio na alimentação, quando consideradas as quantidades e percentual de absorção. O cálcio exerce papel fundamental na regulação de processos intracelulares, além de ser essencial para a saúde óssea.

4-Integra o rol de nutrientes necessários para o funcionamento do corpo humano: Lácteos são reconhecidos pelos atributos nutricionais, por serem fontes importantes de proteína de alto valor biológico, com todos os aminoácidos essenciais, sendo as proteínas lácteas compostas pelas caseínas (que são proteínas altamente estáveis e não são facilmente alteradas pelo calor) e pelas proteínas do soro, que representam 20% das proteínas lácteas e se destacam por sua importância na síntese de proteínas sanguíneas e teciduais.

5-Contribui para a diversidade alimentar: “Consumir um padrão alimentar saudável, composto por todos os alimentos e bebidas dentro de um nível de calorias adequado” essa é uma das mensagens do Guia Alimentar dos Estados Unidos, que trata sobre o respeito à diversidade dos alimentos e à quantidade consumida de cada alimento para constituir a alimentação.

A nutricionista ressalta que é preciso buscar uma alimentação balanceada: “ O importante é encontrar o equilíbrio quantitativo e qualitativo, sem abdicar da variedade alimentar e nutricional... causa ou consequência da evolução de nossa espécie! ”

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Botox para rejuvenescer

O botox (toxina botulínica) é uma grande aliado para nós mulheres que queremos dar um up no rosto, e um ar mais jovem.

Eu já havia feito botox e o resultado foi ótimo! Por isso resolvi mais uma vez me render ao botox e ter por algum tempo o rosto lisinho, afinal que mulher nunca sonhou em levantar a sobrancelha e não enrugar a testa?

Dessa vez comprei o procedimento pelo site Magote, mas antes de tudo procurei ligar no local para pesquisar nome do médico, se o local era sério... e foi tudo super confiável. Eu comprei o procedimento de 30ui (isso é muito importante antes de realizar a compra) que seria a aplicação do botox na testa, área dos olhos e entre a sobrancelha.

Tem outras opções também, mas a completa e mais cara é a de 30ui. Mas vamos ao que interessa, o antes e depois do botox :D






segunda-feira, 23 de maio de 2016

Dicas para melhorar a tosse noturna


Nos tempos em que estamos vivendo, com muita poluição, é normal que as crises de tosse apareçam.  
Durante a noite, muitas vezes ela piora e faz com que você perca seu precioso sono.

Mas aqui em casa quando meus filhos, marido ou eu mesma começamos com essas tosses, uso uma dica muito básica para que essas crises noturnas melhorem.

Basta pegar um pano limpo,e molhá-lo com álcool ( duas tampinhas são suficientes). Envolva o pescoço com este pano. Pronto! A tosse vai melhorar muito e você conseguirá dormir melhor.


Bon sonhos!

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Mitos e verdades sobre o sódio


Os brasileiros costumam consumir uma quantidade de sódio maior que a recomendada. Isso se deve, principalmente, à quantidade de sal acrescentada à comida durante e após o preparo. Muitas vezes, os mitos relacionados ao consumo deste ingrediente contribuem para o seu uso exagerado.

“Uma dieta equilibrada deve conter todos os tipos de alimentos, desde que sejam consumidos em quantidade adequada. A indústria alimentícia tem desenvolvido linhas de produtos com quantidade reduzida de sódio”, explica a nutricionista Márcia Gowdak, diretora do Departamento de Nutrição da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) e nutricionista responsável pelo Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH). Gowdak acrescenta: “algumas atitudes simples no dia a dia contribuem para reduzir o consumo elevado de sódio. O conhecimento da presença natural de sódio em alguns alimentos e a prática da leitura dos rótulos ajudam a controlar a quantidade ingerida”.

Para te ajudar a diminuir a quantidade de sal consumida, a nutricionista esclarece alguns mitos e verdades. Confira!



Sal e sódio são a mesma coisa
Mito – O sódio é apenas um dos componentes do sal de cozinha. No entanto, a maior fonte de sódio na alimentação é o cloreto de sódio, mais conhecido como sal de cozinha. O sódio contido no sal corresponde a cerca de 40% da sua composição. Além disso, o sódio está presente naturalmente em diversos alimentos.


O consumo excessivo de sal e sódio pode ajudar a desencadear doenças
Verdade – O consumo exagerado de sódio aumenta o risco de doenças cardiovasculares, tais como hipertensão arterial e suas complicações, incluindo o AVC (Acidente Vascular Cerebral). Além disso, pessoas com problemas renais ou cardíacos já estabelecidos podem sofrer agravamento do seu quadro com o consumo excessivo de sal.


Devo cortar o sódio do meu cardápio
Mito – É importante consumir sódio diariamente, pois a sua falta no organismo pode provocar sintomas como fraqueza, apatia, cefaleia, hipotensão, taquicardia e alucinações. Porém, é importante considerar que o sódio está presente naturalmente nos alimentos e que devemos reduzir a quantidade de sal, conforme a recomendação de seu médico ou nutricionista.


Normalmente, as pessoas consomem uma quantidade muito maior de sódio do que a recomendada
Verdade – A Organização Mundial da Saúde (OMS) e Sociedade Brasileira de Hipertensão recomendam o consumo de 5g de sal (aproximadamente 2g de sódio) por dia. No entanto, o consumo médio no Brasil varia entre 9 e 12g por dia, de acordo com a Sociedade Brasileira de Nutrição (SBAN).


Muitos temperos dispensam o uso de mais sal
Verdade – Temperar alimentos com ervas, cebola, alho, caldos em cubo e tempero em pó, por exemplo, dispensam o uso de mais sal, pois já conferem sabor à comida.


Tirar o saleiro da mesa ajuda a diminuir o consumo diário de sódio 
Verdade – Algumas atitudes simples, como tirar o saleiro da mesa, ajudam a evitar o excesso de sal. O acréscimo de sal durante e depois da preparação corresponde a cerca de ¼ do sal da comida, de acordo com a Sociedade Brasileira de Nutrição (SBAN).


Os rótulos devem indicar a quantidade de sódio
Verdade – É obrigatório constar nos rótulos dos alimentos a quantidade de sódio presente no produto ou na porção especificada. Para os alimentos que serão utilizados como ingredientes em preparações, como caldos e temperos, é preciso considerar que será diluído, e a quantidade consumida será menor. Portanto, é preciso calcular a quantidade presente apenas na quantidade que você vai ingerir. Se estas recomendações não forem seguidas, o produto final será alterado no sabor e no teor de sódio.


Doces não contêm sódio
Mito – Praticamente todos os alimentos possuem alguma quantidade de sódio. É importante considerar que das 5g de sal recomendadas diariamente para o consumo, cerca de 2g de sal estão naturalmente presentes nos alimentos e os 3g restantes devem ser consumidos por meio do sal que adicionamos em nossas refeições.


Frutas também contêm sódio
Verdade – Muitas pessoas não sabem, mas algumas frutas contêm sódio naturalmente, como é o caso da ameixa, da uva seca, do figo seco e do damasco seco.



quarta-feira, 6 de abril de 2016

Ajudar contra o vírus H1N1

O outono chegou e com ele a propagação de mais um vírus: o H1N1, também conhecido como a gripe suína. Em menos de três meses, o número de infectados já superou o total de 2015. Segundo o Ministério da Saúde, em 2015 foram registrados, no Brasil, 141 casos de gripes provocados pelo H1N1 e 36 mortes. Neste ano, só no estado de São Paulo, 260 pessoas foram infectadas com o vírus e 38 morreram por complicações.

Os números são alarmantes e, por isso, na dúvida diante dos sintomas da gripe, as pessoas estão lotando as alas pediátricas dos hospitais públicos e particulares e enfrentando cerca de cinco horas de espera, devido ao número insuficiente de pediatras em atendimento.

De acordo com Fernanda Trolezi, pediatra do Dr.Vem! que também atua no Hospital Infantil Sabará, 80% dos casos são de baixa complexidade e poderiam ser solucionados sem a necessidade de expor as crianças aos diversos vírus presentes no ambiente hospitalar.

A fim de evitar essa exposição e trazer comodidade aos pais, foi lançado recentemente o Dr. Vem!. Trata-se de umaplataforma digital que disponibiliza atendimento médico pediátrico na residência do paciente. O serviço conta com um atendimento de alto padrão e com corpo clínico qualificado, ou seja, médicos renomados que atuam nos hospitais mais conceituados de São Paulo.

Para esclarecer dúvidas sobre a prevenção, sintomas e tratamento do H1N1, colocamos  à disposição para entrevistas a pediatra Fernanda Trolezi, Médica graduada pela Universidade São Francisco (USF), com residência em pediatra e endocrinologia pediátrica pela UNIFESP, membro da Sociedade Brasileira de Pediatria e do corpo clínico do Hospital Infantil Sabará. Cofundadora do Dr.Vem! e da QualyKids Clínica de Especialidades Pediátricas. Sobre a plataforma Dr.Vem!, o CEO e Cofundador, Daniel Lindenberg está à disposição.

quinta-feira, 17 de março de 2016

Como respeitar os limites e necessidades do seu corpo




Alimentar-se de forma balanceada é fundamental para o bom funcionamento do organismo. Uma dieta equilibrada é uma das principais formas de respeitar as necessidades do corpo.

Muitos acreditam que comer a mesma refeição todos os dias é o suficiente para o organismo receber tudo o que precisa, mas cada nutriente exerce um papel específico e precisa ser ingerido frequentemente.

Nossos órgãos utilizam todos os nutrientes, como carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais e fibras para funcionar corretamente e não é possível encontrar todo esse conjunto em apenas um tipo de alimento”, explica Lara Natacci, nutricionista do DietNet.

Apesar de a rotina corrida tornar mais difícil o preparo de diferentes alimentos para as refeições, com pequenas atitudes práticas e fáceis já podemos oferecer ao corpo todos os nutrientes essenciais.
Por isso, a nutricionista Lara dá 5 dicas de como algumas atitudes simples do dia a dia são benéficas ao nosso organismo:

Hidratação
A água é melhor opção para manter-se sempre hidratado e deve representar pelo menos metade de todos os líquidos que ingerimos durante o dia, porém, é possível variar o tipo de bebida. Sucos naturais, chás e vitaminas com frutas ou bebidas à base de soja são outras opções que tornam o cardápio nutritivo e atrativo, já que quebram a rotina e fornecem outros nutrientes importantes para o organismo.

Respeite suas vontades
Quando excluímos algum tipo de alimento muitas vezes aumentamos a vontade de consumi-lo e reduzimos a oferta de alguns nutrientes importantes para o bem estar do corpo. Uma boa opção é consumir ou buscar outras opções que sejam similares. Em alguns casos, e com a orientação de um profissional especializado, as opções light podem ajudar quem quer manter o peso.

Não restrinja nada por conta própria
Este hábito pode influenciar a oferta de nutrientes e deixar a alimentação desequilibrada. Dentro de uma alimentação equilibrada, todos os alimentos são bem-vindos, então, ao invés de restringir, vale ampliar e experimentar alimentos novos, para aumentar a variedade das refeições. E caso seja necessário restringir um alimento, o acompanhamento e orientação de um nutricionista são fundamentais!

Não pule refeições
Quando ficamos muito tempo sem comer, nosso corpo tende a poupar mais energia e isso prejudica a manutenção de um peso adequado. Sem contar que a fome na próxima refeição pode ficar incontrolável! Leve frutas e outros pequenos lanches para garantir que se alimente a cada 3h.

Variar a alimentação
Organize as refeições da semana combinando diferentes alimentos, inclusive inclua aqueles que você não costuma consumir, por exemplo, para as proteínas podemos variar entre as de origem animal e vegetal. Dentre estas ultimas, deve-se dar preferência para às de alta qualidade, como a presente na soja, por exemplo.  Montar um prato colorido é fornecer mais variedade para o corpo a fim de garantir a quantidade ideal de nutrientes, como vitaminas, minerais e proteínas. 





Dicas de Ades para o blog Dri Viaro.


segunda-feira, 7 de março de 2016

Dicas para montar uma lancheira equilibrada




Dicas para montar uma lancheira equilibrada:

• O lanche é uma refeição intermediária e, por isso, não é necessário enviar muitas opções, nem grandes quantidades e porções de alimentos para a criança. 

• É recomendado incluir alimentos fontes de carboidrato na lancheira das crianças, pois fornecem energia para as atividades, estudos e brincadeiras. Pães, bolos e biscoitos são exemplos de alimentos que podem fazer parte desse lanche. 

• É importante estimular o consumo diário de frutas e legumes nas refeições. A lancheira é uma boa oportunidade para incluir algum vegetal ou fruta, que também pode ser oferecida na forma de suco, priorizando os naturais ou industrializados 100% fruta.

• Líquidos não são um item obrigatório, eles podem ser enviados para complementar a hidratação, que já ocorre com a água disponível na escola. 

• É recomendado que na lancheira tenha um alimento proteico, que pode ser um queijo, iogurte ou patê de atum. 

Importante reforçar:

• Os alimentos não devem ser classificados como "bons" e "ruins", levando em conta apenas sua composição nutricional. É preciso também considerar os aspectos sociais e emocionais da alimentação. 

• Crianças tem um gasto energético elevado, pois estão em fase de crescimento e, na maioria das vezes, são ativas. Por isso, alimentos fontes de carboidrato precisam aparecer nesse lanche.

• O bolo é um alimento gostoso, que faz parte de um momento divertido da alimentação das crianças: a hora do recreio. É possível considerá-lo dentro do contexto de alimentação equilibrada, pois ela não se restringe a uma única refeição. 

• Legumes, verduras, frutas, leite, carnes magras, arroz e feijão devem fazer parte da alimentação da criança, resultando em equilíbrio com outros alimentos que a criança possa consumir, como um bolo.  

• Se por um lado há a preocupação com o desenvolvimento da obesidade, por outro lado, também se deve atentar para o fato de que a preocupação excessiva com o ganho de peso e severas restrições alimentares podem prejudicar o relacionamento com a comida, levando em casos extremos a transtornos alimentares.  




Sugestão semanal de lancheiras:


SEGUNDA FEIRA

1 pote de iogurte parcialmente desnatado com pola de morango + 5 morangos + 1 unidade de bolinho Ana Maria Cenoura com chocolate


TERÇA FEIRA

200ml de suco de uva 100% integral + 2 bisnaguinhas de cenoura rechadas com queijo branco + 4 unidades nozes


QUARTA FEIRA

1 caixinha de água de coco + 6 unidade de castanha de caju + 1 unidade de bolinho Ana Maria de banana com chocolate


QUINTA FEIRA

1 maçã picada + 10 unidades de biscoito polvilho salgado + 1 unidade de snack de queijo UHT


SEXTA FEIRA

1 garrafinha de leite fermentado + 5 unidades de baby cenourinhas + 1 unidade de bolinho Ana Maria cenoura com chocolate.






*Dicas do Grupo Bimbo para o blog Dri Viaro.








segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Você fica muito tempo no trânsito?



Na última semana, estive junto com a Ford em um evento sobre Saúde a Bordo.

Hoje em dia, muitas pessoas passam horas dentro de um automóvel a trabalho, e na correria maluca da cidade grande, esquecem que mesmo a bordo do veículo, pode-se pensar em mais conforto e saúde.

Aprendemos como ajustar o banco do veículo, e a fazer alguns exercícios de alongamento para aquelas horas de engarrafamento no trânsito. Confira as dicas da Ford para estar com a saúde a bordo em dia!

Ajustando o banco


1-Posição dos membros superiores:
Mantenha os braços semiflexionados, pois dirigir com eles esticados por muito tempo aumenta a sobrecarga no pescoço e nos ombros, gerando desconforto e dores. O assento não deve ficar muito longe do volante, e o encosto muito inclinado pode resultar em dores nos músculos extensores do dorso.

2-Calcanhar no chão:
Ajuste o assento para que os pés, mesmo perto dos pedais, fiquem inteiramente apoiados no chão. Isso ajuda a corrigir a postura e consequentemente diminui bastante as dores nas costas, ombros e pernas. Lembre-se: se o assento estiver muito baixo, provocarão dores no dorso e pescoço, já em posição muito alta, pernas, joelhos e pés serão afetados.


Alongamento e exercícios

Em caso de congestionamento, com o carro parado, o médico indica alguns exercícios de alongamento simples que ajudam a relaxar o corpo e aliviar a tensão.

1- Braços alongados: aproveite para relaxar a musculatura, inclusive a dos ombros. Entrelace os dedos e, em seguida, estenda os braços, mantendo os cotovelos para fora. Depois tente esticar um dos menbros junto ao peito, enquanto o outro o sustenta. Mantenha essa posição por pelo menos 15 segundos e repita com o outro braço.

2- Pescoço esticado: para diminuir a tensão do pescoço, gire a cabeça lentamente para um lado e depois para o outro, repetindo o movimento três vezes. Coloque também, sua mão sobre a orelha oposta, por cima da cabeça, e puxe por ao menos 10 segundos. Em seguida, faça o mesmo com o outro lado.

3- Bolinhas na mão (usadas em fisioterapia): ao apertá-las, você ativa a circulação dos braços e os fortalece. Faça isso dez vezes com cada mão durante as paradas. Esse tipo de isometria em que se faz força sem carregar peso, também ajuda a relaxar os membros.

4- Dos pés ao corpo: para melhorar a circulação e desenvolver a musculatura da panturrilha, flexione a planta dos pés, como se estivesse jogando os dedos para baixo. Depois, faça o inverso, apontando os dedos para cima. Repita isso pelo menos dez vezes a cada 30 minutos.



Achou essas infomações interessantes? Então compartilhe com seus amigos no facebook!




A Ford Motor Company está estabelecida no Brasil desde 1919, onde mantém as marcas automotivas Ford, Ford Caminhões e Troller e uma estrutura de 11.500 empregados e quatro fábricas, além do Campo de Provas de Tatuí. Para mais informações sobre os produtos da Ford, acesse http://www.ford.com.br.





quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Step, você já fez?


Já fez uma aula de step?
Essa aula, que é muito divertida, pode ajudar a queimar de 300 a 600 calorias!! Já imaginou?
Em uma aula de step além da queima calórica ser bem alta, você ainda tonifica glúteos, panturrilhas e coxas, o que todas nós mulheres realmente queremos não é?rsrs
E não é muito tempo, a aula deve ter de 30 a 45 min para ajudar em todas essas menções citadas acima, e ainda te deixar com mais fôlego e mais condicionamento físico para buscar qualquer outra aitividade, como uma corrida por exemplo.
No meu caso, tenho pouco folêgo para essas coisas, como correr a aula de step na Bioritmo é simplesmente um "achado" na vida.
Experimente! Você vai gostar ;)


quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Porque devemos fazer alongamento?




Sabe qual o segredo pra enfrentar o dia a dia?

Alongar-se!

Depois que comecei, sinto falta se não o faço, pois o alongamento trabalha todos nossos músculos e articulações mantendo o corpo ágil e com mais disposição.

Começou o ano e quero continuar me exercitando muito, essa é uma das minhas metas de 2016, continuar indo diariamente à academia que frequento em busca de mais saúde.

Quero deixar aqui, mais algumas dicas de como o alongamento faz bem pro corpo:


1- As funções do alongamento são: flexibilidade corporal, preparação dos músculos para iniciar a atividade física, e relaxamento. A prática de alongar-se é tão importante que envia ao cérebro informações sobre as condições que os músculos se encontram.

2- Alongar-se de manhã é ótimo para alcançar vitalidade física, e enfrentar o dia a dia, no final da tarde alivia as tensões do dia e relaxa.

3- Os movimentos do alongamento devem ser sempre lentos e suaves, e não é preciso que aja dor para obter resultados.


Não fique parado, corra atrás de sua saúde ;)

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Dicas para começar a dieta




Prontas para começar a dieta de 2016?

A promessa de segunda feira sempre está presente na vida de nós mulheres. Mas saiba que o ideal, não é pensar em dieta, e sim em reeducação alimentar, ou seja, comer de tudo um pouco, escolher alimentos menos calóricos, entre outros.

Mas vamos começar a desinchar de toda a comilança do final de ano? Não precisa ser algo muito radical, vou dar algumas dicas de como você pode começar e depois ir se sentindo bem com esse novo "estilo de dieta", e continuar sempre... 



1- durante essa semana, alimente-se de 3 em 3 horas. Da hora que acordar e da primeira refeição conte 3 horas até a próxima refeição, e assim por diante.

2- o ideal é que as refeições sejam feitas da seguinte forma dentro do horário das 3 horas: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

3- corte os líquidos durante as refeições como almoço e jantar. beba água ou suco natural/light após 30 min da refeição. Não tome refrigerante nem sucos que contenham açúcar.

4- se não tem costume de se exercitar, apenas essa semana tire 30 min por dia para caminhar. Pode até ser fazendo círculos dentro da garagem da sua casa, mas faça isso por essa semana, todos os dias.

5- não ingerir doces com açúcar refinado por essa semana. A banana ajuda muito a tirar a vontade de comer doce. Mastigue devagar sentindo o doce da fruta.

6- durante o almoço e jantar utilize um prato de sobremesa para fazer a refeição.

7- não belisque ou coma nada fora do horário das 3 em 3 horas, beba bastante  água nos intervalos.

Durante essa semana, siga essa "dieta", e essas dicas, com certeza você vai se sentir mais leve e mais saudável na próxima segunda feira! E se perder peso, me conta 😉 


Boa semana beijos!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Cereal para pré e pós treino!




Recebi esses dias um cereal de whey e achei bemmm diferente, mesmo porquê estou nessa vibe de academia e alimentação balanceada.

O café da manhã é a refeição mais importante do dia, pois acelera o metabolismo contribuindo
com o emagrecimento, manutenção do peso e da massa muscular, além de fornecer a energia
necessária para começar o dia bem. A primeira refeição é essencial, pois quando o organismo
passa muito tempo sem receber nutrientes funciona de forma mais lenta para economizar
energia.

Já para os praticantes de musculação o jejum prolongado é prejudicial, pois nessa
situação o corpo não consegue queimar gordura e para se manter em equilíbrio passa a utilizar os
músculos como fonte de energia.

Quando o cereal ainda fornece a quantidade ideal de proteínas e carboidratos, os resultados são
ainda melhores seja para praticantes de atividade ou para quem deseja manter-se saudável.  Por
isso a New Millen desenvolveu o Whey Flakes, um cereal a base de arroz integral, com whey
protein, batata doce e proteína da soja.

Não contém glúten, açúcar, conservantes e corantes, além de oferecer cerca de 15 gramas de proteína por porção, se tornando um alimento ideal para o pré e pós-treino.

Rico em fibras, o Whey Flakes demora mais tempo para ser digerido, mantendo o metabolismo
ativo e proporcionando a sensação de saciedade, que por sua vez contribui para a perda de peso.

Também auxilia no bom funcionamento do intestino. Entre seus ingredientes, a batata doce é um
carboidrato de lenta absorção que fornece energia prolongada e também contribui com o aumento da saciedade.

Essa combinação de ingredientes transforma o Whey Flakes em um snack altamente saudável, que também pode ser consumido nos lanches intermediários e na  ceia, ideal para quem busca uma alimentação de qualidade e podendo inclusive ser um aliado no controle de peso e gordura corporal.

A sugestão de uso é adicionar 2 xícaras de chá (45 gramas) do Whey Flakes à  bebida de sua preferência. O Whey Flakes da New Millen também pode ser adicionado a iogurtes e frutas.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Saúde também se encontra na academia!




Muita gente ainda tem a percepção de que academia é lugar só de gente sarada, que malha igual maluco pra mostrar os músculos, enfim, que a procura por fazer uma academia é apenas para ter um corpo bonito.

Mas não, a academia é lugar de saúde, e muita saúde!
Eu por exemplo, desde que comecei a me exercitar, queria ter mais saúde, disposição, deixar o stress de lado....Não fui para a academia para ter corpo sarado, mas para ter saúde. Mas é tudo uma junção, porque o corpo vai ficando em forma também.

 Na academia que estou frequentando, vejo que a saúde é o foco principal! Fico muito feliz que eles se preocupem em ter aulas para a terceira idade, em sermos acompanhados de pertinho pelos professores pra não fazer nada errado e acabar prejudicando nossa saúde, e principalmente por oferecer resultados reais.

Percebo que tudo mudou, e principalmente minha respiração. Eu não sei respirar! Estranho falar isso né?rs Mas tenho dificuldade em controlar respiração, me afobo! Mas estou percebendo que com as aulas que tenho feito por exemplo de abdominais, tem melhorado muito! Toda vez que o professor chama a atenção e diz: Baixe os ombros, relaxe o pescoço, respire, não esqueça!!

E então eu tenho lembrado disso sempre, controlar a respiração e não me afobar. Na hora do exercício e na rotina da vida também.

Todo o esforço de sair de casa e ir para a Bio Ritmo vale a pena ;)


Related Posts with Thumbnails

Blog Dri Viaro - Família, viagens, gastronomia e cotidiano © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO